Esta é a turma do nono H. Somos rebeldes, brincalhões e barulhentos. Iniciamos uma caminhada que vai concerteza ajudar-nos a melhorar o nosso desempenho e o nosso comportamento para no final do ano todos termos sucesso.

quarta-feira, dezembro 27, 2006

Rita

Bem, eu já faço parte da turma H, desde o infantário! Ainda tenho bastantes
elementos que conheço desde os meus 4 anos. Em 10 anos, tive discussões,
chatices, amizades, desgostos, mas, por muitas coisas que aconteceram não me
consigo separar de ninguém da minha turma! Claro que me dou melhor com umas
pessoas do que com outras, mas gosto de todas! A Inês e a Ana Sofia, são das
raparigas com quem me dou melhor. Dos rapazes é mais com o Miguel e o Pinto.
É uma turma maravilhosa, um bocadinho barulhenta mas maravilhosa! :) Quando
precisei, era uma felicidade enorme ao saber que TODOS se preocupavam comigo! E
logo eu que não tenho um feitio muito facil! Não sei o que vai ser de mim sem
aturar estes chatos toditos...
Concluindo: escrevi todo este texto, com muito carinho só para dizer.......

-9ºH adoro-vos!!

Rita

sexta-feira, dezembro 08, 2006

Ana Sofia

Bem não sou muito dada a estas coisas mas o blog existe para nos "libertar"
mais um pouco, deixar as nossas alegrias e nossas tristezas nele...
O ano passado no segundo período vim para a turma 8ºH. Nunca pensei que esta
turma passasse a ser a minha "familia", mas na verdade aos poucos tornou-se,
e já não vivo sem as pessoas que a constituem.
Ao início custou deixar a outra escola (escola de Grijó), deixar os amigos, os
amores... deixar tudo custou... Mas rapidamente arranjei novos amigos, novo
amor, tud de novo.
Agradeço por tudo o que fizeram por mim...
Fui bem integrada e, logo nos primeiros dias, arranjei "2 irmãs" a Diana e a
Rita. Tenho que agradecer e muito plo apoio que estas pessoas me deram...
- Obrigada...
Sei que nao basta um simples obrigado e o que conta é o vai no coração... e
estas pessoas nunca sairam do meu coração Adoro-os a todos...

MELHOR TURMA QUE O 9 H IMPOSSÍVEL

domingo, novembro 19, 2006

A turma


Susana e Marta


em baixo: Joana e Ana
atrás: Sara e Andreia


mãe (Rita), pai (João) e filho (Zé)


Tiago


Filipa, Angélique e Cátia

Inês e Isabel


Diana

Cláudia e Eunice



Bigui e Miguel (eu não sei o que é que se passa com estes dois que teimam em não aparecer. O da direita, o Miguel é o delegado da turma)


Alfredo e Bruno

Ainda faltam quatro, mas prometo colocá-los em breve.

Inês

Bem, chegou a minha vez de deixar aqui um post, não é?
Não sei bem por onde começar, nem sei do que vou falar, mas cá vai!
A grande questão com que me deparo diariamente é: Porque é que tem que ser tudo assim? Serei eu a única que me sinto mal com isto?
Bem, a "coisa" com que me sinto mal é nem mais nem menos do que aquilo que me rodeia. É monótono, sem vida nem brilho nenhum, sem amor... sei lá, tanta coisa! Sempre pensei que depois de tanto tempo, seria agora que tudo iria mudar, mas na verdade, está exactamente na mesma... que pena! Imaginei-me diferente, imaginei-te diferente... tudo mudado, por assim dizer. Não. Não é agora. Talvez amanhã ou depois...
Ás vezes apetecia-me deixar tudo cair. Simplesmente cair. Não diria que seria um alívio, mas um tempo para respirar fundo e olhar á volta e dizer:
- Obrigada.
Só que agora não consigo agradecer. Lamento imenso...
Será que devo tornar-me uma pessoa com menos ilusões para tornear melhor as desilusões?

Será?

Inês

sexta-feira, novembro 03, 2006

Peço desculpa...

Peço desculpa a todas as pessoas com quem berrei ou fui rude naquele dia, com quem não fui capaz de desabafar e deixar-me limpa de toda a raiva que tinha acumulada, mas doeu ouvir todas aquelas palavras de uma pessoa a quem confiamos a própria vida e com quem contamos p'ra tudo, p'ra rir, p'ra chorar, p'ra desabafar, p'ra tudo mesmo...
Por isso doeu, doeu de mais e só queria chegar à conclusão de tudo era um sonho mau, mas percebi que não era assim e chorei, não muito, mas o suficiente para tirar de dentro de mim toda a raiva que sentia naquele momento...
Agora penso se terá valido a pena, tudo, todos os momentos, todas as lágrimas, todos os segredos, todos os desejos pedidos em conjunto, e chego à conclusão, não de que tudo foi um sonho mau, mas de que por mim, por vocês, por nós... tudo vale a pena...

Diana Gabriela Mendes

sexta-feira, outubro 20, 2006

O primeiro e com direito a fotografia



Venho por este maio agradecer de um modo geral á turma do 9ºH por me ter
recebido tão bem. Sou nova nesta escola, portanto tinha algum receio de não ser
lá muito bem aceite nesta turma, ser posta de lado, mas para conforto meu,
correu tudo muito bem.
Lamento só de alguns problemas surgidos entretanto entre algumas pessoas da
turma, e tenho imensa pena de existir pessoas a não respeitarem outras. Mas o
que me alegra nisto tudo, é que no fundo acaba tudo em bem, pois conseguem se
perdoar uns aos outros...
Gosto imenso desta turma, porque é super unida e apesar de alguns descuidos
gostam todos uns dos outros.
Aproveito também para pedir desculpas a algumas pessoas da turma, porque sei
que nem sempre fui correcta, e admito isso. E para mostrar o meu
arrependimento, aproveito para demostra-lo aqui neste blog da turma.
Prometo tentar melhorar alguns aspectos meus!
Por enquanto não tenho mais nada a dizer... apenas me dispeço na esperança que
todos me perdoem, pois eu de certa maneira já perdoei a quem me ofendeu...

um beijo para a turma toda...
Eunice
--

sexta-feira, outubro 13, 2006

Boas vindas

Este blog surgiu de uma ideia apresentada aos alunos e desenvolvida na aula de Formação Cívica.
Com isto pretende-se criar um espaço onde apresentem sugestões, trazer ideias novas e, quem sabe, algumas queixas.
Ficaram entusiasmados!
Vai servir também para publicar textos produzidos por eles e que talvez não caibam nas disciplinas curriculares.
Enfim, vai servir para eles escreverem, corrigirem o português, exporem as suas angústias e os seus anseios.
Espero, no final do ano lectivo, ter ganho novos amigos, ter estabelecido com eles algumas cumplicidades e tê-los alertado para o respeito tanto pelas regras de convivência social, como por els próprios.

Bem vindos e, ao trabalho...